O Grupo Municipal da CDU apresentou nesta reunião da Assembleia Municipal de Guimarães, 5 moções, tendo 4 merecido os votos favoráveis da Assembleia, e apenas uma foi recusada.

Assim, foram aprovadas as Moções da CDU sobre:

– “Dia Internacional da Mulher”;

– Precariedade laboral “+Direiros, Mais futuro. Não à Precariedade”;

– Saudação aos 40 anos da Constituição da República Portuguesa;

– Por uma “Rede de Transportes Públicos Eficiente”;

Tendo sido recusada, com os votos contra do PS, PSD e CDS, uma Moção sobre o Orçamento de Estado para 2016 e suas consequências nas Autarquias Locais”.

No período antes da Ordem do Dia, o eleito da CDU, Pedro Ribeiro, colocou a necessidade de avaliar os impactos da reforma administrativa no concelho de Guimarães e desafiou os presentes, Câmara Municipal, membros da Assembleia e Presidentes de Junta a pronunciaram-se sobre esta importante matéria:

“A CDU considera, que a lei do Sr. Relvas, não trouxe qualquer benefício significativo para as populações. Perdeu-se identidade, perderam-se serviços de proximidade, diminuiu o número de eleitos a contribuir voluntariamente nas suas freguesias e diminuiu nitidamente nestas freguesias agregadas, o contacto e o conhecimento próximo dos problemas que afectam as populações. Tudo isto, para alcançar uma poupança, que não se concretizou!

Da nossa parte, afirmamos desde já estarmos disponíveis para levar à Assembleia da República novamente este assunto, corrigindo o que for de corrigir.

Ficamos a aguardar vossos contributos para esta importante discussão.”

[Ler intervenção na íntegra]

Por seu turno, Mariana Silva, abordou a opção de venda das participações sociais do município nas Águas do Noroeste, SA e o Projecto de Regulamento do Serviço de Gestão de Resíduos .

A próxima Assembleia Municipal será em Abril.