A CDU não pode deixar de lamentar a decisão, hoje anunciada, de que Guimarães não integra a lista dos finalistas ao título de Capital Verde Europeia de 2020.

Trata-se de um longo processo de candidatura, que envolveu várias entidades e os vimaranenses em geral, criando reais expectativas de construção de um concelho mais verde.

A decisão hoje anunciada, revela as falhas da candidatura, mas no entanto não deve, nem pode, ser um travão no avanço da construção de um concelho mais verde, mais ecológico e sustentável.

O caminho para a sustentabilidade passa pela mudança de comportamentos, pela reflexão sobre o que o Homem continua a fazer com o Planeta e para onde caminhamos irreversivelmente se não apostarmos em consciencializar os cidadãos.

Como é um caminho que todos temos que fazer, para que as alterações sejam reais e que passem do papel à prática, a CDU assinou a Declaração de Consenso Comum em que nos comprometíamos a colaborar na procura de soluções para os problemas ambientais.

Assim aconteceu.

Desde o início deste processo, e mesmo antes, que a CDU tem questionado o executivo sobre algumas opções que não nos pareciam ser as mais corretas:

  • A questão da mobilidade (ou da sua falta);
  • A falta de coesão que existe no concelho de Guimarães;
  • A despoluição do Rio Ave, e restantes cursos de água do concelho, luta que tem já dezenas de anos;
  • A falta de uma politica ambiental coerente e com continuidade.

A CDU alertou, criticou, apresentou soluções que, se tivessem sido executadas, colocariam hoje o concelho num outro patamar.

Apenas como exemplo lembramos a proposta de construir, nos anos 90 do séc. passado, as ciclovias, agora chamadas de ecovias.

Acreditamos que Guimarães tem potencial para ser exemplo de sustentabilidade e de maior respeito pela natureza. O que se exige agora é que o que se fez até hoje não tenha sido apenas em função da candidatura, e tenha continuidade. Que se trabalhe com mais assertividade na mudança de comportamentos e que, finalmente, se envolvam todos os vimaranenses nesta grande alteração.

A CDU continuará comprometida com o concelho de Guimarães e com os vimaranenses na luta por um concelho mais verde e mais sustentável.